Vida Consagrada








Instituto Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos para as vocações- Apostolinas!

Uma vida pelas vocações

Quem somos
Mulheres interpeladas por Jesus a viver seu seguimento em comunidade, na vivência dos Conselhos Evangélicos. Chamadas na Igreja, por meio do Espírito, a doar a vida por todas as vocações. 

Nosso Fundador
Padre Tiago Alberione nasceu no dia 4 de abril de 1884 em São Lorenzo de Fossano na Itália.
Um homem, aberto aos apelos do Espírito e que, sempre viveu além de seu tempo. Sensível as várias necessidades do mundo moderno fundou ao longo de sua vida as várias Congregações e Institutos que formam a Família Paulina à qual nós, Irmãs Apostolinas pertencemos.
Percebendo no mundo a necessidade de pessoas que doassem seu tempo, sua vida, para ajudar outras a encontrarem o verdadeiro sentido para as suas vidas, ou seja, descobrirem a sua vocação e, respondendo aos apelos do Espírito, fundou o Instituto Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos para as vocações – Irmãs Apostolinas. Padre Alberione sintetizando nossa missão e nosso jeito de ser dizia: “Vós sois como canais o canal leva a água. A vocação parte de Deus, passa por vós, que sois os canais, e chega às pessoas”. 

Nossa missão
DESPERTAR nas pessoas, sobretudo nos jovens e nas jovens, o apelo que Jesus fez e continua fazendo: “A colheita é grande, mas os operários são poucos...”
AJUDAR os jovens e as jovens, que estão buscando o seu lugar na vida, a conhecer e viver a própria vocação.
SUSCITAR e promover todas as vocações: cristãos leigos e leigas, consagrados e consagradas, diaconais, presbiterais, missionárias, ministeriais para todas as necessidades da Igreja.
FORMAR uma profunda consciência vocacional, para que todos os cristãos trabalhem em favor de todas as vocações.
INCENTIVAR os chamados a serem fieis à sua vocação.

Na simplicidade, na fraternidade e na oração, realizamos:
Orientação pessoal
Encontros e retiros vocacionais
Semanas vocacionais
Formação de agentes e animadores vocacionais
Assessorias vocacionais
Você já pensou em sua vocação? Que tal ser uma Irmã Apostolina?
Mandai operários, Senhor!



Filhas de Maria Religiosas das Escolas Pias- Escolápias!
Cristo nos chama a viver de modo novo a consagração batismal. Para segui-Lo deixamos tudo!  A Ele consagramos nossa vida inteira integrada a uma comunidade.  Cf. CC 16
Vivemos a castidade, a pobreza e a obediência na fidelidade, na alegria e na docilidade. Opcionalmente livres, nos unimos a Deus e somos disponíveis para os irmãos. Cf. CC 16.
A Eucaristia é o centro de nossa comunidade religiosa, e a Fé seu fundamento. As relações interpessoais solidificam nosso amor fraterno.    Cf. CC 27
Agradecemos a Deus o imenso DOM da fraternidade. Vivemos a fé, a esperança e o amor como a trilha de um caminho que nos conduz à mútua ajuda. Cf. RR 1
Santa Paula Montal é a fundadora das Irmãs Escolápias
Paula Montal nasce no ano 1799 em Arenys de Mar - Espanha.
Cresceu na fé cristã e aprendeu as primeiras letras no aconchego familiar.
Iniciou sua ação pastoral na Paróquia como membro das Confrarias.
Ensaiou sua vocação de Mestra-Educadora na sociedade (rendeira) na comunidade (catequista).
Começou a dar forma a seu sonho em 1729 deixando a família e a terra natal, para abrir a primeira Escola em Figueras e a seguir em Arenys de Mar e Sabadel....
Em Sabadell começou a dar forma ao Instituto das Filhas de Maria Religiosas Escolápias.
É fundadora das sete primeiras Escolas do nascente Instituto e formadora de mais de cem dos membros do Instituto que cresce acelerada e vigorosamente.
A 26 de fevereiro 1889 entregou sua obra e sua vida a Deus em Olesa de Montserrat, lugar de retiro dos seus últimos  trinta anos  de vida
Da riqueza de sua personalidade podemos destacar três valores fundamentais:
MULHER: Viveu e superou as carências e dificuldades de seu tempo com a valentia,  grandeza e dignidade de seu SER-MULHER
MAESTRA: descobriu sua vocação ao ministério educador
RELIGIOSA ESCOLAPIA: Desde que sonhou “Salvar as famílias ensinando as mesmas” e, mais ainda, desde que conheceu Calasanz,, nada mais desejou como educadora que chegar a  “SER  VERDADEIRA ESCOLÁPIA.
CARISMA EDUCATIVO DEIXADO PELA FUNDADORA: Com sublimidade de artista Paula encarnou e viveu o Carisma Educador demonstrando haver aprendido com os navegadores do Mar de Arenys, que esta BARCA é preciosa e deve manter-se remada sempre 
Você já pensou em sua vocação?  Que tal ser uma Irmã Escolápia?
Mandai operários, Senhor!




O ideal das Irmãs Oblatas do Menino Jesus é viver a exemplo dos  Fundadores o carisma de serem  nutriz do Menino Jesus.
As Irmãs são chamadas a ver o semblante do Divino Infante em todas as pessoas, mas sobretudo, nos pequeninos.Também devem imitar a Santíssima Virgem, incomparável mestra de amor e doação ao Filho. As Oblatas estão associadas àquela maternidade espiritual que Maria acolheu na hora da anunciação e plenamente compreendeu aos pés da Cruz.
A Oblata ama a Deus, servindo-o em todas as criaturas, seguindo a Cristo casto, pobre e obediente de Belém ao Calvário.
“As bem-aventuranças são a pequena via na qual o Senhor, graças ao nosso carisma, nos conduz a compreender e viver todo o Evangelho”(Const. Art. 7,1)

Você já pensou em sua vocação? Que tal ser uma Irmã Oblata do Menino Jesus?
Mandai operários, Senhor!

Ordem da Santa Cruz- Padres Cruzios

PELA CRUZ A VIDA!
Ordem da Santa Cruz foi fundada no ano de 1210 pelo Beato Teodoro de Celes e seus companheiros.
Ordem da Santa Cruz- Crúzios

A Ordem da Santa Cruz, foi fundada em 1210 pelo Beato Teodoro de Celles e outros quatro amigos, na cidade de Huy, hoje Bélgica. Motivados pelo espírito de vida em comunidade, vida de oração e serviço, os Crúzios viveram sua vocação, e mantiveram vivo suas tradições e carisma através dos séculos. No Brasil, a Ordem chegou em 1934, formando comunidades nos estados do Pará e Minas Gerais

Crúzio - Homem de Comunidade


Movidos pela experiência da ressurreição, os primeiros cristãos edificaram uma vida em comunidade. Hoje também nós somos tocados profundamente e assim a vida comunitária se torna para nós uma exigência da fé em Cristo. Ser Crúzio é fazer uma opção para viver em comunidade, onde a vida fraterna se torna sinal da presença de Deus. A partir desta vivência de irmãos em comunidade somos testemunho vivo para o mundo. 
Crúzio - Homem de Liturgia
A oração litúrgica, celebração de ação de graças na Eucaristia e na Liturgia das Horas, é elemento essencial da vocação da Ordem. Os crúzios estão juntos para celebrar a liturgia em comunidade, pois este foi um dos motivos para a fundação da Ordem. O ritmo cotidiano da liturgia organiza e marca nossa vida em comum. 
Crúzio - Homem de Serviço 
A partir da comunidade, que é o nosso primeiro apostolado, encontramos apoio para nossa missão na sociedade, onde somos chamados para servir a Cristo com o povo; procurando realizar a perfeita caridade na comunidade, anunciamos a todos uma mensagem de alegria e coragem, sendo fermento na massa.

Fale Conosco: 
Padres Crúzios
Caixa Postal 02
Campo Belo- MG 37270-000
Email: pv@cruzios@org.br
Site:  www.cruzios.org.br



Você já pensou em sua vocação? Que tal ser um padre da Ordem da Santa Cruz?
Mandai operários, Senhor

Congregação das Pequenas Irmãs da Divina Providência!




Congregação Missionária das Servas do Espírito Santo!









Mercedários!




Associação Pública de Fiéis Betânia- Instituto Betânia!